Total de visualizações de página

sábado, abril 16, 2005

Again

I've been searching for you
I heard a cry within my soul
I've never had a yearning quite like this before
Now that you are walking right through my door.

All of my life
Where have you been
I wonder if
I'll ever see you again

And if that day comes
I know we could win
I wonder if
I'll ever see you again

A sacred gift of heaven
For better, worse, wherever
And I would never let somebody break you down.
Or take your crown... never

All my lifeWhere have you been
I wonder if I'll ever see you again
And if that day comes
I know we could win
I wonder if I'll ever see you again

At every time, I' ve always known
That you were there, upon your throne
A lonely queen, without her king
I longed for you, my love forever

All of my lifeWhere have you been
I wonder if I' ll ever see you again
And if that day comes
I know we could win
I wonder if I' ll ever see you again

All of my life...repeat two times
All of my life where have you been
I wonder if I' ll ever see you again
I wonder if I' ll ever see you again
I wonder if I' ll ever see you again
I wonder if I' ll ever see you again
I wonder if I' ll ever see you again

I wonder if I' ll ever see you again
I wonder if I' ll ever see you again


dificilmente posto uma musica.. tanto aqui quanto no fotolog.. mas agora tá precisando.. nao precisa dizer mais nada.. entende quem tem que entender! beijos

domingo, abril 10, 2005

Temputão legal!


É queridos filinhos, o tempo está passando estou ficando menos nova. As responsabilidades estão aumentando... 18 anos se passaram, logo pra mim que acreditava que não ia passar dos 15, estou aqui, firme e forte mais perseverante do que nunca, depois daquelas previsões de nostradamus, bug do milênio, estamos aqui, na esperança de sempre melhorar esse mundinho escroto onde vivemos, o complicado ;e de que quanto mais o empo passa mas eu descubro que sou inútil penso quando era criança achava que tudo era brincadeira, (apesar de muitas vezes até hoje eu ainda achar isso...) hoje as coisas estão diferentes, pelo menos elas precisam ser. Ter 17 anos foi muito legal, alias todas as idades foram fundamentais pra me formar e fazer o que eu sou hoje, por mais que pra muita gente eu ainda não valho nada (quem se importa?) assim como tenho certeza de que sou importante pra muita gente aih (né Alair?) . pensando agora nesse lance de criança, me vem tantas lembranças de quando eu estudava no peixinho dourado, era mais capeta que tudo nesse mundo mas sempre meiga e carinhoso com quem merecia, a diretora de lá tinha/tem um filho SD (síndrome de down), Rafael o nome dele, eu era a única amiga dele, sabia que ele era diferente mas aquela doença nunca impediu-nos de sermos amigos, lembro do dia em que matamos um sapo esmagado e o Rafael colocou dentro da casinha para as crianças menores se assustarem ao entrar, a maior satisfação era ver todo mundo saindo correndo gritando, hahahha pirava... travessuras de crianças sempre foi meu forte (até hoje... as vezes...). Um dia o Padre Marcelo Rossi falou pra nós sermos como as crianças, se dois adultos brigam por qualquer motivo que seja passam dias, meses e anos sem se falar, cultivando um ódio necessário, descomunal e impossível de ser resolvido no caso das crianças ao brigarem são necessários apenas alguns minutos que logo elas esquecem e tudo fica bem, as crianças são muito sábias, por mais que o tempo passe quero sempre manter esse espirito jovem dentro de mim. Falando agora de adolescência... ô tempo do caralho, (até as expressões mudam...) é a época das experiências tentativas tudo novo é criado, novas gírias aparecem, as roupas não são mas as mesmas, lugares mudam , horários variam,, isso é ótimo! Adoro todo momento, quando na lembrança tudo acontecido na minha vida, dos 10 anos aos 18 forma o anos mais agitados que já tive, fiquei de recuperação, peguei suspensões, advertências, fugi de casa ora ir às festas, fiquei bêbada, fiquei com desconhecidos, perdi minha virgindade.. briguei com amigas, viajei e viajei bastante... ehehhehe confesso que fiz muita besteira mas não me arrependo de nenhuma delas, nem me arrependo das que fiz nem das que não fiz, procuro fazer tudo que gosto, tudo que me convém, evito ao máximo o que não me agrada, ainda não tenho emprego, tá foda assim, mas deixa quieto, claro também não sou aquela conformista aceitando tudo que vem pela frente, gosto de lutar pelo que quero, UFAM? Lalala não larguei ela não, every year vou fazer vestibular até que um dia eu passo, enquanto isso me contento com a minha uninorte, adoro meu curso, adoro minha sala, algumas outras salas, uns até de outro prédio, acredito que nesses quatro anos que eu vou passar nele, muita coisa vai acontecer, espero daqui pra frente muitas realizações, espero também começar a fazer aulas de guitarra, poha sou muito frustada em Ter um e não saber tocar quase nada, também vou torcendo pra conseguir o curso de cinema no Cláudio Santoro, tem tanta coisa que eu tenho vontade de fazer que se for botar na ponta da canela acaba a tinta! Agora que eu to afim de namorar, fiquei pensando nos meus casos antigos, meu deus como eu arranjei figura nessa minha vida, se for pra rotular te galeroso cherador de pó, traficante de armas, preso saiu até no canal livre, outro louco autista,, viciado em mofina brinca com meleca do nariz e adoro se jogar na parece, uns abraçam policiais (in off), hahah eu nem posso chamar de doente, mas ele é doente por bateria não consegue ficar 1min com as mais e/ou os pés paradas, outro joga todo mundo na chapa (UHAUhauHAHU) enfim, só figura hein? Também pra ficar comigo, outra figura só pode ser desse jeito, mais freezer que tudo nessa vida, mas acredito que já melhorei muito com esse lance de carinhas, é tanto que quando algum amigo meu falar que as mulheres são fdps, eu não falo nada, muitas vezes até concordo, adorava iludir o cara, acho que essa foi minha fase de muleke... a onde era fazer os carinhas se apaixonarem por mim e eu meio que só esnobava, stranho.. snob é um adjetivo pouco usado pelas pessoas ao falar da minha pessoa (madame satã) hoje em dia parei com isso, claro ainda bem que fiz muitos amigos, hoje eu falo mal do IRC mas confesso que já fiz ótimos amigos por ali, claro hj em dia só tem tarado, falando em tarado que num é tarado nesses tempos? Tava conversando como Bruno (/doghotdog) essa semana, e ele me falow uma coisa interessante (pelo menos) "as mulheres são taradas, mas poucas tem coragem de falar", nunca pensei dessa forma, pode ser isso mesmo., claro eu sou diferente... sou tarada sim, gosto de sexo, por que sexo é bom! Hahha e não vejo problema nisso, isso quando ele não passe de sensual pra vulgar... ninguém merece.. algo vulgar.. nojento.. longe de mim! Quero algo sentimental.. garotao.. assim como os filmes do Rocco ahhaha paapo.. powha, de vez enquanto eu me xtresso quando eu chego em casa e vejo o Márcio dormindo no meu quarto, não que eu me incomode.. meu quarto tá aberto pra todas as pessoas, inclusive homens (considerando que o márcio é uma mulher pra mim....) mas porra que custa ele dormir na cama da Camila.. já que a porra da cama ainda é de casal? Como se só de noite na hora de dormir que pode fazer sexo? Nem fudendo anh? Anh? Ainda mais eles que fazem amor.. (qué bónito!.. by gualter) queria saber quando isso vai mudar, quero saber quando o meu namorado quiser dormir na minha casa, to nem vendo ele vai dormir na minha cama de solteiro, iremos transar a noite inteira (já que é essa a hora) ainda com o colchão no chão pra cama não fazer barulho hahahhaa.