Total de visualizações de página

domingo, agosto 30, 2009

Arrasta-me para o inferno

Quem estava com saudades de assistir um bom e velho filme thrash como os clássicos do fim dos anos 70 e inicio dos 80 agora vai poder ficar despreocupado. O diretor Sam Raimi após 7 anos de Dedicação máxima ao super herói aracnídeo Homem Aranha de lado e voltou às raízes com um horror a base de sustos e nojeiras. Agarre-me para o Inferno prova que mesmo as boazinhas podem ir para o inverno e já pode ser 'deliciado' nas telas dos cinemas.


O filme conta a história da jovem Christine Brown que tem um bom trabalho, um ótimo namorado e um futuro brilhante. Ela sonha em conquistar a vaga na gerencia de créditos do banco em que trabalha, para fazer o filme com seu chefe e mostrar que tem postura, ela nega o pedido de financiamento da casa Sra. Ganush, uma velha suja e misteriosa. Antes de ganhar a vaga, Christine ganha uma maldição da velha. Agoniada e cheia de alucinações, a jovem procura ajuda de um vidente Rham Jas, aí começa a briga de feitiços com direito a muita gosma e jatos de sangue.

sexta-feira, agosto 28, 2009

Se beber, não case!

Quem pensou que o filme "Se beber não case" seria uma copia pirata de "Cara, cadê meu carro?" errou feio. O longa-metragem, dirigido por Todd Phillips, estreou essa semana nos cinemas de Manaus e já pode ser considerado de longe a comédia do ano.

Doug (Justin Bartha), às vesperas do seu casamento, resolve partir para Las Vegas e curtir sua despedida de solteiro com os amigos: o professor bonitão Phil (Bradley Cooper); o dentista altamente dominado pela namorada, Stu (Ed Helms) e o futuro cunhado, o insano Alan (Zach Galifianakis). Após uma noite na cidade dos cassinos, os três acordam e sem se lembrar de absolutamente nada, percebem que acabam de perder Doug.

As pistas da noitada foram surgindo no decorrer do dia no hotel de luxo, onde estavam hospedados. Uma delas uma galinha branco que teve seus quinze minutos de fama em Hollywoord e um tigre de bengala que aparece no meio do banheiro da suíte e para piorar a situação, o que os rapazes não esperavam era que o tigre tinha simplesmente Mike Tyson como dono.
A noite de amnésias dos rapazes vai ficando esclarecida no decorrer do filme e enquanto tenta achar o amigo, inúmeras confusões vão surgindo.

"Se beber não case" é a prova de que o humor americano está melhorando, conseguindo até incluir piadas sobre o holocausto e o 11 de setembro. Outra forte característica é quanto à classificação etária. No Brasil pode até ser considerado "light" e pegaram leve na formatação das legendas, pois muitos termos foram mudados. O filme que inicialmente tinha censura de 18 anos, para alegria da molecada, agora veio para o Brasil com classificação de 14 anos.