Total de visualizações de página

terça-feira, julho 12, 2011

Nada como foi será...

Eu já me fodi muito com amizades. Sempre me dediquei, assumi culpas, defendi prós, contras e nem todas as vezes valeram a pena. Ouvia quando ela moleca que nosso circulo de amizade era com base na nossa conveniência, seja o pessoal do trampo, escola ou bairro. Eu achava um absurdo, talvez porque queria abraçar todos ao mesmo tempo. Demorou pr’eu entender o porquê desse discurso, hoje eu me arrisco até a concordar.
É foda esse blog aqui já armazenou muito das minhas reclamações com as pessoas que me foderam na vida... Hoje eu nem esquento mais, valorizo aquilo que eu conquistei que já está de bom tamanho. Não é todo mundo que tem facilidade para ter boas companhias, receber carinho sem esperar nada em troca e confiar certamente no zelo do outro.
Durante tanta tempo, já passaram muitas pessoas na minha vida, umas fazem falta até hoje mas que a certeza de bastam alguns segundos durante o reencontro para tudo voltar como era antes. Como dia aquela música que eu nem gosto muito: “tudo passa, tudo sempre passará”... E é com base nessas passagens que eu deixo as coisas rolarem.
Neguinho paga de malzão, valentão, cherador de peido de otário, mas eu sei que não passa de um filhinho de mamãe que tinha tudo para se dar bem nada vida fazendo o bem. Um dia aprende, nem que tenha que quebrar a cara, se foder todinho e olhar o tempo perdido. Mesmo porque, chance nem sempre é dada duas vezes...

2 comentários:

andreaoliver disse...

É cara, quer for podre que vá cheirar peido de otário mesmo!

andreaoliver disse...

http://andrea-oliver.tumblr.com/post/7534790751/amizade


meu depoimento em questão.