Total de visualizações de página

quarta-feira, fevereiro 27, 2013

Tipo Puta Doida



Sem que eu tivesse comentado sobre o post anterior, o assunto ja veio a tona segundos depois que eu publiquei o texto. Talvez a segunda parte da minha versão do Amor de Pica.
E aí vai uma situação (fictícia, óbvio) de dualidades. Os pontos extremos vocês já conhecem, mesmo com toda gana, com toda brahma e toda a tara que possa existir um lado sempre afunda e outro flutua.
As mulheres são sempre carentes e as vezes acabam extrapolando o cuidado em tentar manter alguém. Aí acabam tomando atitudes que nem ela mesmo, em sã-consciência consegue entender. Ora por ser humilhante, ora pro ser desesperado, o ato das mulheres ainda me surpreende.
Tenho um amigo que define de mulher “Tipo Puta Doida”, quando a mulher é capaz de ao descobrir que o cara tem namorada, chegar ao ponto de ligar pra mulher com o proposito de foder a relação do cara na esperança de uma futura ‘liberdade’ dele.
Isso sem contar das novas tecnologias fodem a vida do cara. Ele não pode fazer ‘checkin’ em algum local, mesmo não convencional que lá está ela. Aparece como uma sombra na tentativa de conseguir pelo cansaço ou pela falta de opção (dele).
Engana-se quem pensa que as oficiais fogem do termo. Lá trás eu chamava de meninice, mas hoje em dia percebo que merdas que a mulheres fazem aos 15 anos são as mesmas de quando ela tem 30. A proporção é a mesma até. Ainda existem aquelas namoradas que criam perfis fakes de mulheres gatas para ‘testar’ o namorado a troco de porra nenhuma. É mana, porque mesmo cara sendo um Brad PitA, quando a esmola é demais o ‘santo’ desconfia. E quando ele te trair, vai bem debaixo do seu nariz...
Acredito que diante dessas definições mei tortas, todo mundo conhece alguém meio Puta Doida. Compartilha aí com a gente...




Nenhum comentário: